Apesar das pequenas empresas estarem mais vulneráveis a desastres econômicos, a adaptação é mais fácil e mais rápida quando se trata do envolvimento nas redes.

As vendas feitas por pequenas empresas pela Internet podem acontecer por meio do site da empresa, das plataformas de comércio eletrônico e até mesmo de suas páginas nas redes sociais.

Independente do caminho que você escolhe para vender seus produtos, a mídia social também pode ser o primeiro ponto de encontro entre sua empresa e seus clientes. Se essa união se tornará uma grande amizade ou um negócio em potencial – irá depender da sua estratégia de comunicação.

Neste artigo, disponibilizamos algumas abordagens comprovadas de gerenciamento das mídias sociais para te auxiliar no aumento do alcance de postagens e o envolvimento do usuário com o mínimo de esforço.

workplace stock photography

 

#1 Não generalize. Analise o perfil dos clientes-alvo

O perfil do cliente-alvo é um retrato detalhado de um típico representante do seu público-alvo. Inclui dados demográficos, geografia, detalhamento psicoemocional, condição financeira, objetivos e receios, estilos de vida, educação, alguns hábitos, entre outros.

A grande diferença em relação ao retrato de um público-alvo e o perfil do cliente é que o perfil desenha uma pessoa específica. Você consegue criar perfis de clientes baseados nas informações recolhidas sobre seus clientes já existentes ou até mesmo em suas análises online. Uma maneira perfeita para restringir seu público-alvo se dá por meio de pesquisas minuciosas.

Sempre que você pensar em criar um story ou simplesmente postar sobre um determinado assunto, você poderá se questionar como Anna, John ou Peter irão reagir a isso, tendo em mãos seus perfis. Essa abordagem em si, é bastante criteriosa, fazendo com que pequenas empresas evitem o desperdício do orçamento de publicidade em uma comunicação vazia e generalizada com um público inatingível.

 

#2 Priorize o envio de conteúdo automatizado

Evidentemente o conteúdo e a frequência das suas postagens são extremamente importantes. Entretanto, é o envio do conteúdo que muitas vezes atrasam o trabalho de seus gerentes, que por hora, poderiam estar gerando novos textos e recursos visuais.

Sugerimos que você experimente alguns dos softwares de programação de conteúdo. Em 2020, você pode escolher entre Later, Feedly, Sprout Social, CoSchedule e Buffer para otimizar o seu tempo e automatizar esse processo para conseguir produzir ainda mais.

couple stock photography

 

#3 Permaneça ativo, visual e memorável, mas de uma maneira inteligente

Eu sei que, em pleno 2020, isso pode parecer um conselho óbvio. Porém, neste ano, as marcas não devem estar apenas ativas nas redes sociais, mas sim, proativas. Formas interativas e dinâmicas de conteúdo, como filtros RA de marca, pesquisas, campanhas de hashtag e streaming de vídeos, estão cada vez mais presentes.

As pequenas empresas normalmente não possuem recursos suficientes para hospedar streaming frequentemente, pensar sobre o que está acontecendo no setor ou criar vídeos com legendas. Por isso, temos 3 ideias sobre como burlar o sistema:

Arraste e solte editores de conteúdo visual

Sugerimos que você utilize os editores template-based e mobile-first para imagens (veja, Crello por Depositphotos) e vídeos (Crello, Adobe Premiere Rush, inShot App, StoriesStudio, entre outros).

Planeje com antecedência

Trabalhe com um plano de produção de conteúdo que seja claro, pois tomar decisões na hora consome muito tempo. Calcule a quantidade de conteúdo que você consegue gerar durante o dia, a semana e o mês. Logo depois, faça um plano de produção de conteúdo destacando formatos, tópicos, requisitos e encontre uma pessoa para ficar no comando. Crie uma lista de tarefas de produção para deixar seu fluxo de trabalho mais fácil.

Adapte o conteúdo já existente

Para aumentar sua assiduidade online, multiplique as notícias do seu site nas redes sociais. Artigos de blog, lançamento de coleção, eventos importantes, tudo isso poderá ser convertido em publicações. Aborde temas que condizem diretamente com os perfis dos clientes.

Veja nosso guia ilustrado de marketing de conteúdo para 2020 e futuramente para se inspirar.

Asian woman stock photography

 

#4 Busque por embaixadores de marca entre microinfluenciadores

Anteriormente, falamos sobre como e porque os influenciadores são tão importantes. A resposta nua e crua é – isso acontece porque as pessoas são muito mais confiáveis comparadas às marcas abstratas, e os microinfluenciadores acabam sendo mais simpáticos do que grandes influenciadores.

Uma das atualizações do marketing dos influenciadores em 2020 é sobre as marcas que avançam de uma parceria com o influenciador para contratos de embaixador da marca.
O intuito dessa abordagem é que os usuários comecem a vincular as marcas a uma respectiva pessoa por quem respeitam ou admiram.

Para pequenas empresas, essa estratégia oferece uma vantagem importante. A redução de gastos, pois campanhas com influenciadores são mais caras do que um contrato a longo prazo com os mesmos.

 

#5 Use hashtags de nicho e pessoal simultaneamente

As hashtags te auxiliam no aumento da cobertura das suas postagens gratuitamente nas redes sociais como Instagram, Pinterest, Twitter e Snapchat. Algumas redes sociais também disponibilizam aos usuários a opção de usar uma hashtag específica.

Como aproveitar ao máximo as hashtags em 2020? Tente usar três tipos de hashtags simultaneamente:

— Procure hashtags com temas populares que seu público-alvo gosta de usar.

Exemplo: se você trabalha na área das joalherias, seria #joias

— Crie uma lista de hashtags de nicho. Essas hashtags ajudarão você a atingir seu público-alvo, o que é bem difícil acontecer com hashtags populares.

Exemplo: se você está vendendo joias na Antuérpia, tente usar a hashtag #joalheriaAntuérpia

— Utilize as hashtags da empresa e personalizadas para auxiliar os clientes a navegar em seu site, assim como promover sua conta. Adicione hashtags clicáveis à sua biografia.

Exemplo: crie uma hashtag com o nome da sua linha de joias

portrait young brunette woman stock photography

 

#6 Considere o horário de publicação

Algumas redes sociais com o Facebook e Instagram têm ferramentas de análise integradas para contas comerciais. Você pode entender mais sobre os dados demográficos dos usuários que interagiram com suas postagens, assim como o período em que eles estão mais ativos.

Como escolher o momento certo para a postagem? Aqui está a resposta:

— Comece com algumas hipóteses

Exemplo: caso seus clientes da joalheria sejam mulheres na faixa dos 35 e 50 anos, você pode pressupor que elas visitam o Instagram na hora do almoço, a caminho do trabalho e antes de dormir. Elabore o máximo de ideias que conseguir.

— Teste as hipóteses

Esse experimento pode durar semanas. Tente preencher todos os períodos do dia com publicações de conteúdo (de manhã, ao final da manhã, almoço e afins) e veja os resultados.

— Teste novamente sua melhor versão

Embora os primeiros resultados apresentam uma melhor correspondência dos usuários em uma manhã de segunda-feira, isso não significa que esse cenário se repetirá toda segunda-feira. Programe as mais variadas publicações nos horários com mais movimentação para conseguir confirmar esse experimento.

Mesmo com Facebook Analytics e Instagram Insights, também recomendamos o uso de outras ferramentas comprovadas de análise de mídia social. Pro exemplo, Sprout Social, Hootsuite Analytics e Brandwatch.

Você pode obter informações no domínio público sobre o horário que seu público está mais ativo nas redes sociais, como exemplo disso temos as estatísticas do Facebook segundo SproutSocial. Mas não confie plenamente nos gráficos, porque cada grupo possui características próprias.

Facebook global engagement

  

#7 Fique atento às inovações e tendências

As pequenas empresas são mais suscetíveis à mudanças no mercado, tendências de moda, tecnologia e pensamentos de compradores. Enquanto grandes empresas buscam atingir a geração Y, as pequenas empresas já estão no mesmo patamar da Geração Z e Alfa.

Acompanhe as novas tecnologias, as mídias sociais emergentes ou qualquer outra coisa que esteja relacionada aos interesses e gostos do seu público-alvo, como se fosse uma regra.

Logo que algo surgir na sua frente, corra para incluí-lo na sua comunicação. Seja um novo estilo de Stories no Instagram, uma nova tecnologia de festas em RV ou até mesmo algo que ainda não temos noção.

Seja o precursor nas tendências visuais e tecnológicas! Você com certeza irá se destacar dos seus concorrentes e conquistará novos clientes.

woman in headphones stock photography

 

Considerações finais

A competição online está se intensificando cada vez mais. O público dispersa a atenção ao conteúdo de marca nas redes sociais. E as pequenas empresas, com orçamentos reduzidos de comunicação, são obrigados a competir com as grandes marcas no mercado pela atenção do usuário.

Aqui vai a principal dica do Depositphotos para pequenas empresas em 2020: estude o seu público, otimize a produção de conteúdo utilizando ferramentas online e tente descobrir o que ninguém sabe sobre os clientes. Depois, é só usar essas informações para aprimorar sua estratégia.

As pequenas empresas têm vantagem sobre as marcas globais por conta de sua adaptabilidade e sua flexibilidade. Lembre-se disso quando for migrar para alguma rede social alternativa, use novos conteúdos e colaborações legais.

Assine nosso blog

Mantenha-se atualizado com as tendências, obtenha dicas e insights valiosos, além de materiais bônus.