Segundo as estimativas da Bloomberg, o Metaverso se tornará uma indústria que valerá 800 bilhões de dólares em 2024, já o mercado de VR, AR e MR (realidade mista) estará valendo 300 bilhões de dólares. Analisando as oportunidades oferecidas pelas tecnologias do futuro, as marcas já começaram a dar seus primeiros passos para construir estratégias e garantir seu espaço no mundo da realidade virtual.

Apesar do Metaverso estar apenas começando, é certo que ele alterará radicalmente a maneira como as pessoas se comunicam, trabalham, divertem ou administram seus negócios. Conheça melhor esse tema em um novo vídeo no nosso canal do YouTube, Creativity: Inside & Out. Neste artigo, iremos compartilhar exemplos do mundo real para entender como as empresas de primeira linha utilizam as possibilidades do Metaverso para promoção e alcance de novos públicos.

 

Tudo o que você precisa saber sobre o Metaverso

O Metaverso pode ser considerado uma rede de mundos virtuais 3D baseados em realidade virtual, aumentada ou mista, onde as pessoas interagem entre si e com o ambiente digital através de seus avatares. Como os usuários podem chegar lá? De forma simples – por meio de seus smartphones ou computadores. Para ter a experiência de uma imersão ainda mais profunda, serão necessários: headset VR, luvas VR, um traje VR ou uma esteira VR especial.

Quando o assunto é Metaverso, muitas pessoas pensam na empresa Meta de Mark Zuckerberg. No entanto, este é apenas um exemplo entre muitos outros. Gigantes digitais como NVIDIA, Microsoft, Epic Games, Roblox e outros estão trabalhando na criação de seus próprios mundos virtuais.

Фото чоловік метавсесвіт

 

Benefícios do Metaverso para os negócios

Na próxima década, os especialistas da Meta acreditam que o Metaverso pode alcançar bilhões de pessoas, lucrar bilhões de dólares com e-commerce e criar empregos para milhões de criativos e desenvolvedores. Isso não é tudo, essas são apenas algumas das oportunidades oferecidas pela migração para o mundo 3D.

Novas maneiras de engajamento

O Metaverso será um ambiente on-line onde os usuários conseguirão interagir diretamente. Sem dúvidas, este será um nível totalmente diferente de experiências imersivas. Atualmente, as marcas podem utilizar ferramentas como jogos (por exemplo Louis: The Game da Louis Vuitton), produtos virtuais (projeto – Be Generation AZ da Zara) ou aplicativos AR (IKEA Place).

Hospedagem de eventos virtuais

O Metaverso fornece inúmeras possibilidades para organizadores de eventos. O show virtual do rapper e produtor Travis Scott, produzido dentro do popular jogo “Fortnite”, teve muito mais sucesso do que suas apresentações ao vivo. O artista faturou 20 milhões de dólares por esse show. Em relação à empresa, o resultado também foi bem-sucedido, pois mais de 27 milhões de jogadores participaram da apresentação ao vivo. Mais tarde, a cantora Ariana Grande repetiu essa experiência.

Скріншот Аріана Гранде Fortnite

Fonte: The Verge

Trabalho remoto

Por conta da pandemia, o trabalho remoto se tornou comum para algumas pessoas. Apesar dos benefícios, ele traz muitos desafios, pois a comunicação à distância nem sempre é eficaz. É possível que o Metaverso consiga resolver esse problema, pois uma de suas principais características é a sensação real de estar presente fisicamente. Segundo o conceito da Meta, nossos avatares serão tão públicos quanto nossas fotos de perfil. Através deles, você conseguirá ver expressões faciais, emoções e gestos de outras pessoas, e sentir que está ao lado delas. Você também poderá se deslocar para qualquer lugar do mundo.

 

Coleção de fotos, vídeos e áudios dedicados ao Metaverso

Sabemos o quão difícil é transmitir conceitos abstratos como o Metaverso. Por esse motivo, criamos uma coleção de fotos, vídeos e áudios temáticos. Confira para ter ideias para suas futuras experiências on-line. Ester arquivos também podem ser compartilhados nas redes sociais com o seu público ou até mesmo usados na criação de projetos, já que o metaverso é uma das principais tendências criativas de 2022. Isso com certeza chamará a atenção do seu público.

Pesquisar coleção

 

Casos de sucesso: como as marcas usam o potencial do Metaverso

1. Bolsa virtual da Gucci

Como parte do projeto virtual Gucci Garden na plataforma Roblox, a Gucci lançou esta bolsa virtual. Ela foi vendida em apenas 1 hora e custou 475 ROBUX (6 dólares) e logo após sua venda, jogadores da plataforma começaram a ofertar seus acessórios comprados a preços exorbitantes. Como resultado, a bolsa foi vendida para um usuário por mais de 4 mil dólares, ou seja, 800 dólares a mais do que a bolsa real.

Скріншот сумка Gucci Dionysus

Fonte: Twitter

2. Leilão de NFT da Coca-Cola

Em 2021, a Coca-Cola organizou um leilão on-line de 72h na plataforma OpenSea. A Friendship Box do lote NFT foi criada como uma geladeira de marca vintage, uma jaqueta puffer personalizada da Coca-Cola (vestível no mundo virtual Decentraland), um visualizer e uma imagem temática (o cartão Friendship). O lote completo foi vendido por mais de 575 mil dólares. A Friendship Box foi responsável pela criação dos cinco principais NFTs vendidos na OpenSea.

Скріншот Coca-Cola NFT-аукціон

Fonte: Coca-Cola

3. Hyundai Mobility Adventure

Em setembro de 2021, a Hyundai lançou seu mundo virtual na plataforma Roblox, onde os usuários interagem por meio de seus avatares e podem ver os produtos e as futuras soluções da marca. O intuito da Hyundai é atingir um público mais jovem interessado em explorar mundos virtuais. O mundo virtual da marca já alcançou mais de 4,4 milhões de visitas.

4. Nikeland da Nike

A Nike também lançou seu mundo virtual na plataforma Roblox, o Nikeland, oferecendo jogos e alternativas digitais dos produtos da marca, como o tênis Air Max 2021, mas isso não é tudo. A Nike também organiza eventos virtuais para atrair o maior número possível de usuários da plataforma, como fez ao convidar a estrela da NBA, LeBron James. O objetivo da empresa ao criar seu mundo virtual era tornar o esporte e o jogo um estilo de vida. Essa ideia ganhou milhares de adeptos, pois desde seu lançamento, cerca de 7 milhões de usuários visitaram a Nikeland.

5. Loja virtual da Samsung

Em janeiro deste ano, a Samsung lançou sua loja 837X na plataforma Decentraland. Segundo os representantes da marca, a loja nada mais é do que um hub criativo que ultrapassa os limites do mundo digital e físico, oferecendo uma busca personalizada exclusiva. Os usuários podem interagir entre si e realizar tarefas, igual aos outros Metaversos. Um fato interessante: o interior da loja 837X da Samsung foi inspirado na localização da loja física da Samsung em Nova York, na rua 837, Washington St. Desde que o mundo virtual da Samsung foi lançado, recebeu mais de 120 mil visitas de usuários.

Resumindo

O Metaverso é um tema que está dominando os feeds de notícias e está despertando muito interesse entre os usuários. As futuras tecnologias estão atraindo cada vez mais as marcas que buscam novos caminhos e plataformas para desenvolver o seus negócios. Nossos exemplos mostram como uma economia digital pode ser diversificada e dinâmica. Apesar do Metaverso ainda não estar sendo totalmente utilizado, é possível ver empresas já mudando as formas de interagir com o seu público. Aos poucos estamos sendo levados para o futuro.

 

Outros artigos temáticos que você também pode gostar:

Tendências Criativas 2022: Interligando o Futuro e o Passado

Os 6 Principais Influenciadores Virtuais Para Seguir ou Convidar Para Colaborações

7 Maneiras Diferentes de Usar Emojis na Comunicação da Sua Marca

 

Para os leitores do nosso blog: imagens por apneas USD 0,80 Compre com desconto

Um pequeno resumo do blog depositphotos