A animação faz com que o seu conteúdo seja mais fácil de digerir, além de ser muito mais cativante e envolvente. No entanto, muitas vezes isso requer uma quantidade significativa de tempo e orçamento para criar um vídeo do zero para a sua marca. É por esse motivo que os vídeos em loop e os GIFs podem ser criados rapidamente usando imagens e vídeos da biblioteca do Depositphotos, podendo ser a melhor opção para designers e curadores de conteúdo.

Neste artigo, iremos abordar algumas questões relacionadas à animação em loop e sua utilização, assim como dar algumas dicas úteis sobre como fazer um vídeo em loop de um vídeo do YouTube ou de qualquer outro conteúdo animado que você já tenha.

stock video abstract shapes blue

 

Qual o significado de GIF e qual a diferença entre os GIFs e os vídeos em loop

Em 2021, você poderá usar quase qualquer formato de vídeo para impulsionar o seu site, seus visuais dinâmicos para redes sociais ou suas apresentações. As tecnologias modernas possibilitaram que os nossos dispositivos realizassem trocas de dados a uma velocidade realmente impressionante. E não é de se surpreender que os vídeos snackables foram incluídos no Relatório de Tendências Visuais de 2021 do Depositphotos.

Atualmente, você pode fazer vídeos em loop, independente da resolução ou formato do arquivo, e seu público ainda poderá ver o seu conteúdo dos seus laptops e dispositivos móveis.

Contudo, é sempre melhor utilizar os formatos de vídeos progressivos e leves que suportam ser compactados sem perderem a qualidade. Os arquivos nestes formatos demandam menos respostas dos dispositivos do usuário para serem reproduzidos e possuem menos chances de perder a qualidade, além da possibilidade de serem compartilhados com mais rapidez.

Melhores formatos de vídeo que você pode usar para criar seu loop em 2021: WebM (pelo Google), MP4, MOV (pela Apple), WMV e AVI (pela Microsoft), AVCHD, MKV.

Qual o significado de GIF? O nome completo deste formato é Graphics Interchange Format. Ele foi introduzido há mais de 20 anos pelo americano e cientista da computação Steve Wilhite. A ideia por trás do GIF era permitir que os clientes do provedor de serviços on-line da CompuServe trocassem de modo apropriado gráficos animados e coloridos em uma época em que não havia tecnologia para troca de dados em alta velocidade.

O GIF suporta até 8 bits por pixel e usa uma paleta de 256 cores gerada por meio do espaço de cores RGB de 24 bits, o que o torna extremamente leve e, portanto, fácil de compartilhar. Este formato não inclui áudio e não funciona bem para imagens de alta qualidade com cores ricas e gradientes. Porém, é uma vantagem importante por ser uma tecnologia de compressão de dados sem perdas, o que torna possível reduzir o tamanho do arquivo gráfico, mas não afeta sua qualidade.

É melhor usar GIFs caso você precise animar logotipos e outros elementos gráficos pequenos e nítidos, assim como imagens para se obter uma reação rápida ao enviar mensagens on-line.

stock video snowboarding snow

 

Como fazer um vídeo em loop e onde obter loops prontos para usar

Então, o que é um vídeo em loop? É uma animação que se repete várias vezes com um único conteúdo de um vídeo. Existem duas opções de como você pode exibir as animações em loop:

  • Você pode deixar seu vídeo repetindo e em seguida parar

Nesse caso, basta criar um vídeo novo mais longo a partir de várias cópias do vídeo de menor duração. Algumas plataformas, incluindo redes sociais, como Facebook, Instagram, Twitter, YouTube, WhatsApp e Snapchat também possibilitam um vídeo ser reproduzido várias vezes caso seja muito curto.

  • Você pode produzir um vídeo em loop infinito

Isso é feito através de alguma plataforma on-line, configurações de hardware ou códigos adicionados ao seu site ou aplicativo. O segredo é que a animação em loop infinito está mais ligada com o player do que com o vídeo em si. Ou seja, você usa um vídeo curto que fica se repetindo, mas não contém partes duplicadas. As únicas exceções são os GIFs e PNG (APNG) que já contêm instruções sobre como seu conteúdo deve ser reproduzido.

Para produzir vídeos em loop do primeiro tipo, use um editor gráfico multiuso que suporte formatos de vídeo ou qualquer editor de vídeo que você já conheça. Sugerimos que você utilize alguma dessas ferramentas: VSDC, iMovie (para Mac), Adobe Premiere Rush, Promo ou Movie Maker.

Entretanto, se você prefere não modificar muito o seu vídeo e precisa apenas duplicar um pedaço dele e criar um vídeo mais longo, use aplicativos de vídeos gratuitos disponíveis on-line: Looper (para iOS), Funimate, Loop Video (para Android), Coub, VivaVideo entre outros.

Partindo do pressuposto que você já saiba como fazer vídeos em loop no Youtube e outras animações, a próxima pergunta que você deve se fazer é sobre onde obter o conteúdo que irá criar o loop para integrar ao seu design. Veja as opções:

— Use seu arquivo corporativo

— Grave um vídeo autoral

— Crie um vídeo curto animado ou use seu editor gráfico para animar um conteúdo estático

— Baixe um vídeo sem royalties e faça loop

A última opção é a que mais otimiza seu tempo e seus recursos. Inclusive, ao selecionar vídeos ou modelos animados de design no Depositphotos, você pode usar o editor gráfico de arrastar e soltar do Crello para converter o conteúdo de sua preferência em um GIF ou vídeos de determinada duração e formato.

5 ideias sobre como usar GIFs e outras animações em loop

Para colocar um vídeo do YouTube em loop, você só precisa configurar o download e criar uma animação que se repetirá infinitamente em qualquer plataforma, você deve converter seu vídeo em um arquivo GIF. E qual será o próximo passo? Confira alguns exemplos sobre como usar a animação em loop para tornar seus designs mais cativantes e chamativos.

Nº1 Atingindo um público maior nas mídias sociais

Uma grande parcela das mídias sociais é orientada visualmente e várias delas preferem o conteúdo em vídeo mais do que imagens estáticas. Ou seja, os vídeos não serão apenas mais notados pelos usuários, mas consequentemente a rede social que você usa terá mais chances de exibir o conteúdo do seu vídeo no feed de notícias. Isso significa que você poderá configurar a reprodução de seus vídeos.

Os cenários mais comuns, nas redes sociais, em que você deve utilizar os vídeos em loop são: capas do Facebook, feed de notícias, stories do Instagram, vídeo de publicidade, postagens no Twitter, canal do YouTube, postagens do TikTok, mensagens de vídeo para seus clientes e parceiros. Se o seu arquivo de vídeo corporativo for restrito, confira nossa coleção de vídeos com pessoas vivendo suas respectivas rotinas.

stock video funny dog

 

Nº2 Melhorando o design do site

Para fazer um vídeo em loop no seu site ou no seu aplicativo, independente do tipo e do tamanho, você terá que ter uma base sobre codificação. Caso você utilize um criador de site que usa o recurso de arrastar e soltar (como Wix) ou utilize um ambiente de criação de sites que tem sua própria interface (como WordPress), você deverá baixar um vídeo para seu banco de dados de produto digital e, em seguida, definir os seus próprios parâmetros de loop exatamente como ele é.

Vídeos em loop que possuem alta resolução costumam ser utilizados no lugar de banners nas páginas de destino de sites, e até mesmo para ilustrar ideias em blogs. É interessante criar um banner em loop, pois isso permitirá que você use vídeos mais curtos e economize recursos. Pequenas animações em loop são mais apropriadas para tornar sua IU envolvente e dinâmica por meio de setas e botões.

stock video game retro glitch

 

Nº3 Criando uma apresentação clara e cativante

As apresentações visam expor a óptica criativa de alguém ou revelar algumas particularidades úteis sobre determinado assunto. Como profissional de designer, você pode aproveitar tanto as apresentações clássicas de negócios (que acompanham o relatório do palestrante) quanto as apresentações de vídeo usadas em estandes de exposição e eventos de terceiros para promover parceiros.

Sugerimos que você utilize vídeos curtos em loop para deixar seus slides tradicionais de apresentações ainda mais esclarecedores e rápidos de digerir. Crie transições sutis e imperceptíveis para seus slides do início ao fim.

 

Nº4 Produzindo vídeos explicativos para diversas finalidades

Vídeos explicativos têm o intuito de fazer coisas complexas parecerem mais fáceis, simples e inesquecíveis para o público. Muitos deles incluem vários elementos animados que podem ser editados em grupo ou individualmente. Se seu objetivo é mudar para a produção de vídeo em breve, lembre-se de que a utilização de vídeos em loop pode otimizar seu tempo e seu esforço.

O conceito é baseado em usar os mesmos elementos gráficos de movimento repetidamente em diferentes combinações, evitando criar novas peças de animação do início. Caso você esteja procurando algo mais descomplicado, pratique e ganhe experiência com vídeos abstratos prontos e layouts editáveis do Depositphotos.

stock video food bowl breakfast

 

Nº5 Criando a melhor atmosfera off-line

Os vídeos em loops são a melhor maneira para criar o clima certo em lojas off-line, shoppings e eventos que tenham um palco com apenas um fundo branco ou uma tela. Inclusive, a maioria dos vídeos de natureza podem ser convertidos em loop. Muitas vezes são vídeos hipnotizantes, como água correndo, chamas dançando, céu nublado ou ondas de areia movendo-se com o vento.

Para conectar emocionalmente seu design ao público e levá-los à ação de que você precisa, adicione fotos sinceras e calmas ou vídeos da natureza que estejam vinculados aos valores da marca e a uma mensagem específica. Se a marca produz roupas de algodão orgânico, você pode incluir campos de algodão e paisagens naturais em seus projetos.

stock video sea wave surf

 

Considerações finais

O vídeo em loop pode ser o produto final depois de animar seu design e também pode servir como experiências criativas para seus projetos futuros. Outra alternativa é criar ou usar GIFs prontos para manter a atenção do usuário ou destacar algo em suas telas (como as chamadas para ação).

Independente da abordagem que você escolher, seja exigente com as ferramentas, formatos e fontes de conteúdo. O ideal é usar formatos de arquivos progressivos que consigam aproveitar as tecnologias de compactação sem perdas e busque atalhos profissionais. Pode ser o uso de banco de vídeos, modelos de design animados e vídeos do seu arquivo corporativo em vez de criar do zero uma animação em loop.

Um pequeno resumo do blog depositphotos