ted talks on photography creativity art

O TED tem sediado uma série de conferências há algumas décadas. É uma ocasião maravilhosa para compartilhar ideias inspiradoras e inovadoras com o resto do mundo. Os tópicos em questão são sobre tecnologia, design, arte e fotografia não é uma exceção.

Se você quiser gastar seu tempo produtivamente, aqui está uma lista de algumas das melhores palestras do TED sobre fotografia e criatividade como inspiração. A fotografia é um meio poderoso e aqui estão alguns artistas que estão usando isso para mudar o mundo literalmente.

1. The Passing of Time, Caught in a Single Photo

Stephen Wilkes

 

Stephen Wilkes tem um olhar incrível para detalhes. Ele pega milhares de imagens para formar uma fotografia perfeita. Isso parece fácil de fazer, mas não é quando se captura um dia todo em uma única fotografia. Seus trabalhos documentam literalmente a passagem do tempo e são apresentadas como uma tomada de um dia congelado no tempo. Stephen combina imagens tiradas em diferentes momentos do dia, o que lhe permite capturar o dia e a noite lado a lado. É uma perspectiva divertida e um novo visual em locais lindos no espaço de 24h.

“À medida que a tecnologia evolui junto com a fotografia, as fotografias não só comunicam um significado mais profundo do tempo e da memória, mas irão compor uma nova narrativa de histórias não contadas , criando uma janela atemporal em nosso mundo.”

2. Fotografia impossível

Erik Johansson

 

Você provavelmente já viu o trabalho de Erik Johansson circulando pela internet. De algum modo, Erik conseguiu o impossível. Ele combina perfeitamente suas fotografias para enganar o seu olho. Nós olhamos para o seu trabalho e não compreendemos como isso é possível. Para alcançar esse nível de fotorrealismo, Erik passa por um longo processo no qual ele nos conta nesta palestra.

“Para alcançar um resultado realista, acho que se resume em planejamento. Sempre começa com um esboço, uma ideia. Depois, trata-se de combinar diferentes fotografias, e aqui cada peça é muito bem planejada. E se você fizer um bom trabalho capturando as fotos, o resultado pode ser bastante bonito e também bastante realista, Então todas as ferramentas estão lá fora, e a única coisa que nos limita é a nossa imaginação.”

3. O drama silencioso da fotografia

Sebastião Salgado

 

Sebastião não teve uma vantagem inicial na fotografia. Ele se aventurou no campo por acidente, mas fez grandes ondas. Ele conta a sua história de encontrar fotografia (com algumas experiências terríveis e traumatizantes) e também combinando os seus esforços para regenerar uma floresta na sua cidade natal. Ele documentou a mudança que me lembra de como uma fotografia poderosa pode nos influenciar.  

“Nós devemos reflorestar essas florestas. Essa é a essência de nossas vidas, as florestas. Nós precisamos respirar. As únicas máquinas capazes de transformar CO2 em oxigênio, são as árvores. Eu levantei a questão: três ou quatro semanas atrás, vimos nos jornais milhões de peixes que morreram na Noruega. Falta de oxigênio na água. Eu coloco a questão para mim mesmo, se por um momento não sentiremos falta de oxigênio para todas as espécies de animais, inclusive a nossa – isso seria muito complicado para nós.”

4. Photographs of Secret Sites

Taryn Simon

 

Em um período de cinco anos, Taryn começou a visitar sites ocultos e desconhecidos que não são acessíveis a ninguém. Ela queria confrontar as fronteiras do cidadão e revelar o inacessível ao público. Suas fotografias incluem armazenamento de lixo nuclear, fotografias de himenoplastia, sala de deliberação de júri, sala de Alfândega e Proteção de Fronteira dos EUA, exposição da CIA em Landley, Centro de Pesquisa em Antropologia Forense e muitas outras instalações e assuntos que são muitas vezes deixados à nossa imaginação em um mundo de tabu.   

“ Fotografia ameaça a fantasia. Eles não queriam deixar minha câmera entrar porque ela confronta realidades construídas, mitos e crenças, e  fornece o que parece ser uma evidência de uma verdade. Mas há várias verdades anexadas em uma imagem, dependendo da intenção do criador, do espectador e do contexto em que ela é apresentada.”

5. Meu desejo: usar arte para virar o mundo do avesso

JR

 

 

Desde pequeno, JR usa a cidade como sua tela quando ele fazia grafite. Um dia ele pegou uma câmera e começou a documentar suas aventuras e um dia documentando pessoas e rostos de Le Bosquet. Ele então os transformou em cartazes e os colocou em torno da cidade para contradizer a mídia. Ele então viajou para o Oriente Médio e criou a maior exposição de arte ilegal com a mesma ideia. A grande questão nessa palestra é – a arte pode mudar o mundo?

“Agora meu desejo é: desejo que você defenda o que lhe interessa participando de um projeto de arte global, e juntos, vamos virar o mundo do avesso. E isso começa agora mesmo. Sim, todos na sala. Todo mundo assistindo. Eu queria que esse desejo realmente começasse agora.”

6. Meu desejo: Paisagens fabricadas e educação ecológica

Edward Burtynsky

 

Edward ficou fascinado com as paisagens de seu país de origem, Canadá. Depois de alguns projetos, ele mudou para uma escala global de capturas de paisagens. Ele não captura apenas paisagens, ele ilumina paisagens industriais e urbanas, fotografa sustentabilidade em ação, poluição e destruição de recursos da nossa Terra. A fotografia provocante sempre terá um lugar junto as artes. Toda fotografia vai fazer você pensar. Se quiser ver o documentário depois da palestra, veja nossos documentários para entusiastas da fotografia.

“Há algo que não estamos vendo. E é uma coisa assustadora também. Porque quando começamos a olhar para o apetite coletivo por nossos estilos de vida, e o que estamos fazendo com essa paisagem – isso, pra mim, é algo que é muito decepcionante para eu contemplar.”

7. My Creations, a New Form of Life

Theo Jansen

 

 

Theo diz que a evolução gerou muitas espécies, mas ele está prestes a introduzir uma nova – Animaris currens Ventosa. Essa palestra do TED não é sobre fotografia, mas é, sem dúvidas, uma das soluções mais criativas e fascinantes. Theo construiu um animal mecânico que é capaz de se movimentar e até mesmo com a menor atividade cerebral coordenar ações. Ver essas criaturas se movendo, observar os mecanismos em funcionamento é simplesmente fascinante. Pensar que um homem construiu isso é ainda mais inspirador e as possibilidades e implicações fazem desta apresentação uma das mais interessantes.

“O nariz é fixo, o animal inteiro é fixo. O vento pode girar, mas o animal sempre vai virar o nariz para o vento. Agora, mais alguns anos, e esses animais sobreviverão por conta própria.  Eu ainda tenho que ajudá-los muito.”

8. Como a fotografia nos conecta

David Griffin

 

 

Essa é uma das palestras mais discutidas do TED sobre fotografia. David Griffin entra no tema da fotografia e porquê ela é tão importante nos nossos tempos modernos. É uma palestra sobre o poder da fotografia, fotos incríveis que dão ideias e mudam a forma como olhamos para as coisas. Chegar no âmago emocional deles é o que a forma de arte revela e é isso que David descreve tão vividamente em sua palestra.

“Eu acredito que a fotografia pode fazer uma conexão real com as pessoas, e pode ser empregada como um agente positivo para entender os desafios e oportunidades que o mundo enfrenta hoje.”

9. Fotos que mudaram o mundo

Jonathan Klein

 

Ocasionalmente, surgirá uma fotografia que será tão poderosa e difundida que inevitavelmente mudará a maneira como olhamos para o mundo. O exemplo de Jonathan foi a Afghan Girl de Steve McCurry. Você também pode recordar a primeira imagem da Terra, as primeiras cenas angustiantes do 11 de setembro. Essa palestra do TED é uma tour virtual por meio de alguns dos momentos mais emblemáticos da história e como foram gravados por fotógrafos talentosos. A parte mais interessante dessa palestra é conhecer os ‘comos’ e os ‘por quês’ do por que que essas imagens tocaram a todos.

“A verdade é que sabemos que as imagens em sí não mudam o mundo, mas também estamos conscientes de que desde o início da fotografia, as imagens provocam reações nas pessoas, e as reações fizeram com que a mudança acontecesse.”

10. Como construir uma confiança criativa

David Kelley

 

David Kelley faz uma palestra relacionada à criatividade e ao medo real que alguns têm de deixar ir, sendo nós mesmos, nossos eus criativos. David extrai um exemplo do trabalho de um psicólogo para correlacioná-lo a como lidamos com o medo de sermos criativos.

“Seria realmente ótimo se você não deixasse as pessoas dividirem o mundo entre os criativos e os não criativos, como se fosse algo dado por Deus, e que as pessoas percebam que são naturalmente criativas e que essas pessoas naturais deveriam deixar suas ideias voarem. E que devem alcançar o que a Bandura chama de auto-eficácia,, que você pode fazer o que você se propõe a fazer, e que você pode recuperar a confiança criativa.”

Assine nosso blog

Mantenha-se atualizado com as tendências, obtenha dicas e insights valiosos, além de materiais bônus.